sábado, julho 29, 2006

Futebol brasileiro no Brasil

Acho que enquanto o futebol brasileiro não conseguir organizar um ou alguns campeonatos fortes, interessantes, que sejam vendidos para audiências televisivas de todo o Mundo, vamos continuar com muitos problemas que enfrentamos dentro e fora das quatro linhas.

Obina campeão pelo Flamengo e não sei o quê Papel vice pelo Vasco na Copa do Brasil é o final da picada. Já tem gente falando em Obina e Luisão na Seleção. Tão nivelando por baixo a coisa. O negócio futebol deveria tentar seguir o exemplo das novelas. Os técnicos de futebol deveriam ficar aqui como os diretores ficam; os atletas bons deveriam ficar aqui como os atores ficam. Deveria sair só o sinal com um jogão entre dois times brasileiros fortes no Brasil. O que resultaria em entradas de capital para o negócio todo. Atualmente, sai o craque e não entra nada, o dinheiro vai para algum paraíso fiscal ou fundação.

Muita gente baba na Copa dos Campeões Nacionais da Europa. Acho que o Campeonato brasileiro tem muito mais, potencialmente, qualidade comercial. O mais parecido com o meu sonho que vejo no resto do cenário desportivo são as ligas profissionais norte americanas. Vários times bons disputando campeonatos. Só que um Brasileirão com as estrelas brasileiras, só para argumentar, duraria mais do que uma temporada da NBA e tem as outras divisões com acesso e descenso, o que garante emoção em cima e em baixo da tabela.

Quem vai fazer isso? Não sei, acho que o Ricardo Teixeira já deu mostras de sua capacidade. Ele é bom em “articular” suas eleições com os presidentes de federações estaduais nada representativas. O Parreira não tem minha confiança, quem duvida que dê uma abridela no livro dele sobre administração. Minha situação é pior que um português sebastianista, eles tiveram um que não voltou pelo menos.

Abraços,