sexta-feira, dezembro 12, 2008

Corinthians vence Palmeiras em botar água no choppe do São Paulo

Pois é leitor, o hexa veio e foi rapidamente.
 
Primeiro foi o parmeirense que está na Federação Paulista antes do último jogo, agora é a ida do Ronalducho lá pros confins da ZL.
 
Eu não fico muito preocupado ou triste com a situação, o título é do Tricolor e ponto final. Tanto a vinda do ex-craque, quando o papelão do Marco Polo passarão.
 
Agora, daqui de fora, isento, vejo que Verdão está numa descendente e o Timão ladeira acima.
 
Todo o investimento feito com a vinda do Lucxa e cia. rendeu bem abaixo do esperado. Ir jogar lá nas alturas da Bolívia não é tranqüilo quando se trata de Libertadores. Pergunte pro Fluminense se o "já ganhou" funciona em nessa competição.
 
É lógico que pode-se montar um grande time lá no Parque Antártica durante as festas, antes do Paulistão; mas não vai ser fácil.
 
Mesmo a tal da arena que querem fazer para receber a Itália em 2014 também tá na geladeira. Ou não se ouviu falar que tá faltando dinheiro na praça? O pessoal que não quer comprar carro ou taxa do cheque especial subindo monstram bem que o estádio deles ficou bem mais caro.
 
Quem duvida, vá ver se o pessoal da Petrobrás ainda fala em Pré-Sal ou se não pegaram uns baita duns papagáios grandes nos bancos do governo federal.
 
Ao se ir da Zona Oeste para a Leste paulistana, encontrar-se-á a melhor jogada dada no futebol brasileiro fora dos gramados neste milênio.
 
Por mais que seja gostosa a tiração de sarro com a galinhada, é necessário tirar o chapéu pros caras.
 
O futebol brasileiro tem de vender a imagem dos seus craques jogando aqui e não vender os seus craques e comprar a imagem deles jogando lá fora. O Na Cal já falou várias vezes isso.
 
Outros sãopaulinos poderiam dizer que a merlhor jogada dada por um cartola seria a administração do São Paulo Futebol Clube.
 
Mas eu discordo.
 
É lógico que não acho que o Corinthians é melhor administrato que o SPFC hoje em dia só porque compraram o Fenômeno.
 
Mas já é velha conhecida de todos a boa administração do Tricolor Hexacampeão. O Projeto Tóquio realizado e copiado é a prova e isso vem lá dos anos 80 com o time dos Menudos da postagem tricolor anterior.
 
Também poderiam falar que o Ronaldinho seria uma cópia do que aconteceu com o Adriano no começo deste ano. No entanto, não rola comparar os dois 9s.
 
Bem, vou torcer para que essa onda de bons jogadores regressando ao lar continue e fique cada vez mais forte até que, oxalá, um dia em que os filhos pródigos (Lc.15:11-32) nem abandonarão mais o lar atrás do vil metal porque saberão que aqui ganharão muito mais*.
 
Abraços,
 
* É claro que eles terão que perceber que ganharão muito mais quando contabilizarem também, como salário indireto, o pagodinho, as maria-chuteiras, as praias, a família, o churrasquinho com os amigos e as feijuquinhas.