terça-feira, fevereiro 26, 2013

Imperialismo Dana Corinthians

Domingo, papai já tinha me cantado a pauta deste texto.

O drama do garoto boliviano morto por torcedor do Corinthians gerou um problema geopolítico que a Gaviões não esperava.

Os bolivianos querem sangue, querem vingança contra um ato injusto de um brasileiro.

O ódio contra tudo o que é vinculado ao Brasil muito mais profundo que uma estúpida morte em um  jogo de futebol. Esta morte é só uma pequena cereja em cima destes bolo histórico.

O Brasil é um gigante que mete muito medo em todos os outros países da América do Sul.


Um evento que dá bem o contexto é o do Exército boliviano ocupando as refinarias da da Petrobrás lá.


Só a Argentina tinha peito para enfrentar o poder brasileiro.

Mas, agora, em Buenos Aires só há destroços. É só ver como andam os times deles. O país vai bem pior que os seus times.

O que falo está nestas manchetes:

Brasil continúa impulsando su estrategia de dominio imperialista

Los temores ante Brasil, el nuevo imperio americano

Brasil imperialista

Então, não será nada estranho que os que estão presos fiquem por lá um bom tempo.


O desejo de vingança continuará firme em La Paz.


Mesmo a confissão fanstástica do adolescente, o último capítulo desta história triste, não convenceu muita gente por aí a fora: ¿El asesino confesó?

A sede continua.

Meus respeitos à família,

Nenhum comentário: