quarta-feira, setembro 24, 2014

Na marca do pênalti

Lanterna da competição, o centenário Palmeiras começa hoje amanhã uma sequência que poderá dar ânimo para escapar do rebaixamento.
Da 24ª à 27ª rodada, o time de Dorival Júnior enfrentará adversários diretos na briga pela permanência na série A. São eles: Vitória (25/09, em casa), Figueirense (28/09, fora), Chapecoense (02/10, casa) e Botafogo (08/10, fora).
Como se vê, será uma verdadeira maratona dos famigerados jogos de seis pontos. Após, essa jornada de quatro duelos contra reais candidatos ao rebaixamento, o Palmeiras passará outras quatro rodadas bem diferentes, pois enfrentará postulantes ao título e ao G4 (Grêmio, Santos, Cruzeiro e Corinthians).
Obviamente, os ganhos ou perdidos contra o Vitória têm o mesmo valor do que aqueles disputados contra o Cruzeiro. Neste campeonato, contudo, em que a diferença entre o último e o 12º colocada (Atlético Paranaense) é de apenas seis pontos, os embates entre os ocupantes da metade debaixo da tabela podem determinar o ano de 2015 de cada um deles. Além disso, contra os adversários mais bem colocados, os rebaixáveis se equivalem: Coritiba, Figueirense, Criciúma e Botafogo já ganharam pontos contra os primeiros colocados.
O Palmeiras, portanto, estará na marca do pênalti nas próximas rodadas. Qual será seu desempenho?

Falando em pênaltis, a partida entre Liverpool e Middlesbrough, ontem, superou o histórico embate entre Boca Juniors e Newell´s Old Boys (Libertadores, 2013).
Trinta cobranças! E apenas três erros. E, para completar a soma, teve penalidade no último minuto da prorrogação. Poderia ter sido marcado outro tiro da marca de onze metros. A bola bateu na mão de Ayala, do Middlesbrough, no último minuto do tempo normal. Lá, contudo, a arbitragem (que é profissional na Inglaterra) não quis a mesma orientação dos apitadores daqui. Depois disso, não faltou bola na cal.

Nenhum comentário: