quinta-feira, março 22, 2007

O melhor brasileiro

Souza erra com o pé, mas acerta com a cabeçaNão há o que discutir: o Flamengo tem a melhor campanha entre brasileiros na Libertadores e tem a chance de ser o melhor classificado entre todos os times, jogando, da segunda fase em diante, os jogos de volta no Maracanã.

Quem já foi a um jogo do rubro-negro no Mário Filho sabe a enorme vantagem que é para o time ter sua torcida o empurrando. Contra o Ipatinga, na semifinal da Copa do Brasil de 2006, a torcida chegou a avisar "ladrão!" para um jogador do Flamengo (que agora não lembro quem era), que se livrou da bola, evitando o ataque do time mineiro.

Mesmo naquela derrota pífia para o Santo André, os paulistas mal jogaram o primeiro tempo, tal era a pressão da torcida. Mas aquele Flamengo não tinha 10% da raça do atual.

Bem, classificado, as atenções voltam-se um pouco para a taça Rio, cuja vitória evitaria uma final dura, como bem disse o Ney Franco na coletiva de ontem. Até porque, Real Potosí no Maraca e Maracaibo onde for não têm muita chance contra um Flamengo com conjunto, raça e empolgação.

Agora, que o Souza precisa aprender a chutar, isso precisa!