quinta-feira, abril 12, 2007

Botafogo, Botafogo...

O Botafogo é o time mais redondo do Rio de Janeiro. Tem o melhor esquema, um bom técnico, uma boa rotatividade de jogadores em campo, garra etc., etc. Mas tem um grande problema: é o Botafogo.

Os quatro gols que levou ontem do Vasco são ilustrativos: numa decisão, o time se expôs demais e o goleiro Júlio Cesar parecia feliz em ter levado apenas quatro tentos. Levando-se em conta o fraquíssimo time do Vasco, é um fato muito grave. Depois de perder a sede e ficar 21 anos sem ser campeão, durante as décadas de 70 e 80, o Botafogo apenas não se tornou um time pequeno porque grande parte dos jornalistas cariocas é formada por botafoguenses que mantiveram o time na mídia, facilitando, assim, o acesso a patrocinadores e a novos torcedores. Mas o time se apequenou.

Se passar para a final, o time da General Severiano vai encontrar pela frente um Flamengo motivado com um técnico ainda melhor que o seu. E o time do Botafogo está mais do que acostumado a morrer na praia. Isso quando consegue chegar nela.