segunda-feira, abril 30, 2007

Muita raça e um goleiro para ajudar

Clássico é clássico e vice-versa. A frase do Jardel diz tudo: o Botafogo entrou como franco favorito para a final do Carioca. Tem um time melhor, mais bem armado, tem artilheiros, finalizadores, lançadores e um grande goleiro.

Mas o Flamengo tem raça e Raça. Achei que 2x0 havia saído barato pelo primeiro tempo e que, se o Ney Franco não fizesse sua mágica habitual, o Fla não teria a menor chance. Não precisou: Júlio César, goleiro do alvinegro, entregou o jogo: além da expulsão, colocou o Max no gol.

Resultado: o Flamengo é o favorito para o segundo jogo, pois entra com moral e contra um goleiro inseguro. Agora é só esperar.