segunda-feira, junho 18, 2007

O Brasileirão estaria igual ao Calcio?

Gol é a essência do futebol. Não há como sair deste truísmo. Mas o que é mais importante: fazê-los ou não tomá-los?

Sei que comentar dados estatísticos, tabelas e números é chato. Mas com moderação, não creio que acabarei com a beleza do esporte.

Dê uma olhada, por favor, neste gráfico:

Fora o líder, todos os times estão mais ou menos dentro da mesma faixa de gols marcados e tomados.

São poucos gols tomados que fazem toda a diferença neste Brasileirão.

Em qualquer estatística, há dados que vão contra as tendências. Mas quando se observa a tabela, dá para perceber que o item saldo de gols guarda uma correlação relevante com a classificação do time.

Não acho que as defesas daqui tenham atingido o grau de impor- tância que têm lá na Itália. Mas não dá para ficar mar- cando lindos gols sem se preocupar nadinha com lá trás.

Grandes ataques com defesas abertas, Flamengo e Cruzeiro, são os melhores exemplos desta realidade em nosso futebol. Mesmo a melhor defesa, a do Corinthians, só explica a ótima colocação do time se vier junta com a atuação do seu ataque.

Não acho que o modelo do Parreira tenha prevalecido por aqui. Mas não dá para jogar como o Flamengo, Náutico, Sport, Cruzeiro, Figueirense, Goiás e Vasco. Se não arrumarem as suas defesas, ficarão do rebolo da intermediária para baixo até o final do Campeonato. Depois vem aquele Deus nos acuda para sair da zona de rebaixamento.

Pois, agora, Santos, Grêmio e Inter estão de corpo e alma no Brasileirão. Todos que estão lá em cima terão que se esforçar ainda mais para se manterem na parte de cima da tabela. Acho que a organização tática ganhou de vez o devido espaço no nosso futebol. O Romário que só empurra a bola pra drentro é o último dos românticos.

Abraços,

2 comentários:

FERNANDO disse...

Claro que o Palmeiras tem coisas mais importantes e necessita urgentemente arrumar a casa. Mas se o espisódio envolvendo Edmundo e Miranda tivesse terminado dentro das quatro linhas, talvez não estivessemos ainda tecendo comentários a respeito.

Rafael Brasil disse...

O futebol moderno está sendo levado a isso mesmo, cada vez mais a tatica será mais importante do que a técnica.