segunda-feira, junho 25, 2007

Pé frio?

Sabadão, fui à São Caetano com o Márcio. A Portuguesa venceu de virada o São Caetano por 2 a 1. Se você quiser dar uma olhada no quê rolou no jogo, de uma lida na matéria que o sítio Futebol Interior publicou.

A Cidade São Caetano tem IDH de 0,919, compare com os dos outros países. A Alemanha tem IDH 0.932 e o Brasil 0.792. É o 1o Mundo aqui do lado.

Percebi que os torcedores do São Caetano são mais chatos que os sãopaulinos. Será que isto é uma característica dos torcedores mais abonados? Você saberia se os do tricolor carioca também são mais pentelhos? Começam a reclamar no meio do jogo?

Nas arquibancadas, tinha mais gente torcendo pra Lusa do que pro Azulão do ABC. O pessoal lá é chique, não ficam em arquibancadas. Aliás, as arquibancadas ficam só atrás dos gols. Prestem atenção quando transmitirem um jogo do Anacleto Campanella, do outro lado do campo, de onde as câmeras estão postadas, só tem camarotes.

O banco em que sentei é confortável, não tem aqueles encontros de só um palminho de altura. Mais uma vez, 1o mundo.

Bem, deixo de lado esta sociologia de bar, no final do jogo, estava pensando feliz da vida:

-- O time que torci ganhou de virada!


Mas foram só alguns instantes de felicidade. Logo imaginei uma contra-argumentação que poderia questionar esta nova fase pé-quente minha:

-- Mas você estava assistindo ao jogo da torcida do São Caetano!

Fiquei meio chateado comigo. Sei que esta provável cutucada não atingiria o cerne da situação -- a Lusa ganhou comigo lá! Mas não quero as coisas pela metade. Desejo deixar de ser um pé-frio por completo. Continuo na luta.

A vitória sãopaulina foi conquistada enquanto eu viajava pelas ótimas e pedagiadas estradas paulistas. Ou seja, ainda há espaço para apontarem mais dedos contra meu pé.

Abraços,