terça-feira, junho 10, 2008

Libertadores é carne de vaca agora...

Nasci no meio dos anos setenta, Libertadores sempre foi um conceito muito distante na minha infância.

Até medalha de ouro em Olimpíada estava mais perto do meu universo.

Se sabia que havia o torneio, mas era algo que um moleque tinha ouvido falar de algum tio contador de histórias em jantar de aniversário de avó. Sempre longínquo...

Os anos 80 foram-se e com os 90 vieram os Títulos do São Paulo. O Projeto Tóquio se concretizou e os amigos santistas trataram de resgatarem os seus Títulos.

Depois os outros times também foram atrás dos seus. O estigma se quebrara, perdia-se o medo.

O Fluminense pode até não ganhar da LDU, mas já fez o seu trabalho ao eliminar o Boca. A mística de La Bombonera ainda continua. Seria muito pedir que o Flu ganhasse lá.

Espero que, ainda nesta década, a paúra que os jogadores e técnicos brasileiros têm de jogar na Argentina caia. Ganhar uma final lá após uma derrota aqui seria pedir muito para esses dois últimos torneios.

Os futebolistas brazucas têm uma mente conservadora. Só vão na boa. Por isso, não arriscam novas formas com facilidade. Aquele pagodinho que eles escutam em qualquer lugar do mundo é só um aspecto deste jeito apegado às suas verdades que os boleiros têm.

Acho que vai dar Sport na Libertadores de 09.

Abraços,

4 comentários: