quarta-feira, maio 06, 2009

Final salva polígamo

Das várias histórias que escutei sobre as finais dos estaduais, a história mais pitoresca é a que se passou com um paulista flamenguista.

O cara é tem um grande coração. Lá dentro, atualmente, cabem três amores, três mulheres lindas. Uma nos seus vinte aninhos, outra nos trinta e, por fim, uma nos seus quarenta.

Nesse último final de semana ocorreria um belo sururu na vida do flamenguista namorador. Era aniversário da mais nova, a dos trinta queria viajar com o seu namorado e quarentona também requisitava o cara. A conjunção astral não lhe favorecia de maneira nenhuma.

Parecia que não haveria saída.

Ele teria que partir o seu coração e abrir mão de uma ou duas amadas. Todas queriam-no aos seus lados de qualquer e não faziam idéia das outras.

A chave mágica que destravou o impasse foi o segundo jogo da final que sagrou o Flamengo Penta-Tri Campeão.

Ver uma final do time do seu coração é um argumento forte o suficiente para não se ir a um aniversário de uma amada ou deixar de viajar com a outra.

O cara uniu o útil ao agradável e foi ver a final no Maraca.

É claro que ele levou uma lá pro Rio. Parece que escolheu a menos nova, talvez porque fosse a que tivesse pedindo menos.

Afinal, parece que é mais ou menos como um programa de milhagens. Ao levar uma para uma viagem de final de semana na Cidade Maravilhosa, mesmo com um partida de futebol no meio, ganhou créditos com ela.

Ao escutar essa história, indaguei o amigo contador sobre o dia dos namorados que está a chegar?! Ele me falou que, mesmo sem uma final de estadual, o flamenguista polígamo tem talento e cartas na mangas suficiente para o desafio. Afinal, não é o primeiro aniversário, o primeiro dia dos namorados que o cara enfrenta.

Original.

De qualquer modo, agora não é hora para se ficar perdendo tempo com o problemas futuros, ele está certo em não esquentar a cabeça. Nesta semana, o flamenguista está a comemorar o Título que sagrou seu time Campeão e o livrou de brigas ao mesmo tempo. Para além das considerações de ordem moral, a jogada foi arrojada.

Abraços,