terça-feira, outubro 20, 2009

Deixou chegar...

O Flamengo já tem a melhor sequência de jogos no Brasileirão. Quando venceu o São Paulo em casa, disseram que o time só ganhava no Maraca. E agora, que venceu o Palmeiras? Agora o rubro-negro mostra, definitivamente, que está na briga pelo título.

É claro que o discurso é de G4, ninguém é louco de criar esse tipo de expectativa num torcedor tão empolgado como o flamenguista. Mas a tabela favorece: o Palmeiras está a somente seis pontos do Flamengo e vários times que estão à frente vão se esbarrar nas últimas rodadas. É só manter a média que o título vem.

Podemos atribuir o título à fase do Pet, à volta de Adriano mas, com certeza, nada disso seria possível se não fosse o técnico Andrade. Como jogador, ganhou tudo que existia pelo time. Como técnico, entrou interino e, querido pelos jogadores, foi ficando até ser efetivado. Ousou: lançou um 4-3-3 clássico com um centro-avante e dois pontas. Segurou um pouco os laterais, passou a ter jogadas por todos os lugares do campo e criou o estilo democrático de se comandar.

Na frente, Andrade discute com Adriano as opções. No meio, Pet é o líder. E atrás, Bruno dá o tom e assim, todos se entendem. Muito melhor do que certos técnicos autoritários que não têm talento, mas gostam de cantar de galo.