sexta-feira, julho 02, 2010

holanda 2 x 1 brasil

"Os holandeses estão se cagando de medo", disse há pouco o Sidarta. E estiveram de fato durante o 1º tempo. Brasileiros dominavam o jogo, marcavam em cima, não davam espaço e faziam milagres: Felipe Melo botou Robinho na cara do gol num belo lançamento.
Mas ainda assim o time brasileiro exagerava um pouco na truculência [toda hora que a bola chegava em Robben Michel Bastos recebia-o na botinada]. Era o time guerreiro que o Dunga fazia questão de exaltar.
Mas foi questão de tempo até a Holanda se acertar e dominar a partida. Se o time de Dunga era armado para fazer gols nos contraataques, os holandeses atacavam compacto e não deixavam o adversário partir e pega-los desprevinidos. Com Kaká não jogando nem metade do que pode o time não encontrava outra forma de escape: o que se pode esperar de criatividade de Felipe Melo, Gilberto Silva ou Daniel Alves?

Do lado holandês também não sobram destaques. van Persie ainda não se encontrou na Copa e tem atrapalhado boa parte das jogadas de ataque da equipe. Robben foi tão mal que levou os desavisados a acusá-lo de "jogador de uma única jogada".

Pra mim, que tava torcendo pros ataques, resta o grito "Felipe Meeeeeeelooooooo!". Fazendo tudo como o mestre guerreiro Dunga ensinou.

Um comentário:

Sidarta disse...

A impressão que tive do jogo é que o Brasil perdeu.

Ou os gols holandeses foram fruto de um futebol envolvente?

O próprio fato de os laranjas estarem com um a menos e ficarem todos na defesa em vários momentos do final do jogo mostra que eles têm um respeito bem grande por nosso futebol.

Os holandeses tiveram uns dois ou três contra-ataques que não se perde normalmente. P q? Acho que não marcaram naquelas jogadas porque nem eles estavam a acreditar.

Mesmo o Kaká, o cara, além de falar palavras pouco elegantes, deu uns dois ou três chutes perigosos no 2o tempo.

Não rolou para o Brasil do mesmo jeito que não rolou para Ghana quando se olha mais de longe. É do futebol, não tem jeito.

Ao longe eu escuto a imprensa começar o seu churrasquinho de Dunga.

Antes eles não tiveram coragem de falar nada depois dos cala-bocas galvão e tadeu, agora vão tentar transformar Dunga em uma Cartago salgada.