sexta-feira, outubro 13, 2006

Recomendo a Segunda e a Terceirona do Brasileirão

Ontem fui, pela primeira vez, ao Parque Antártica. Fiquei sentado alí onde a turma do amendoim enchia o saco do Felipão - tava garoando aqui em São Paulo, pra variar.

É claro que não fui ver um jogo do Palmeiras, vi a peleja entre o Grêmio Recreativo Barueri e o Treze de Campina Grande.

Na terça passada, fui ao Canindé e assisti vitória da Portuguesa contra o Remo de Belém.

Ambos os jogos tiveram várias jogadas extravagantes, bizarras, pernósticas; mas, por outro lado, na maior parte do tempo, foram muito melhores que os jogos da 1ª divisão.

Dunga, você viu o que o Alex Alves fez na defesa do Remo? Bola no ângulo da entrada da área, num golaço; tabelinha de letra na frente da zaga no outro gol! Esse atacante da Lusa é bom, só teve um azar quando esteve no Cruzeiro e não deslanchou na carreira.

Ontem, pra quem não foi um dos 600 sortudos que viram o duelo no Palestra, também foi recheado de fortes emoções. Tanto para o bem, quanto para o mal do futebol. Só para ser bem direto: no último minuto, segundos antes do apito final, o atacante dá uma bicicleta na linha da pequena área e acerta o travessão e o Treze deixa de empatar o jogo. Olhem o luxo!

Abraços,