sexta-feira, fevereiro 02, 2007

Feijuca futebolística

O Rio Claro Futebol Clube trocou de técnico depois da derrota moral que sofreu no último jogo. Os torcedores rioclaristas viram seu time deixar escapar uma vitória de 2 a 0 e levar um empate nos minutos finais da partida. O ex-técnico subiu o time, mas ele se achava intocável, abusava. Sempre mandava umas declarações nos jornais e rádios rioclarenses que queimavam os cartolas ou algum jogador quando o time perdia. Sempre tirava o dele da reta e pensava que tava tudo bem. O Márcio Araújo, aquele ex-palmeiras e ex-galo, vem no lugar do papudo.

O Chirstian não mudou de clube por nada. Esse papo de que ele quer encerrar a carreira perto da família, jogando time que o lançou, não cola, não é toda a verdade. Jogador de futebol tem de ter ambição, vejam o Ronaldinho no Milan. Se o cara sai do olho do furação, é porque ele não viu que estava num time com chances de vencer. A bagunça no Corinthians deve ter assustado o cara. Não quero rebaixar o melhor time do Mundo, mas é muito mais fácil ser convocado para a amarelinha batendo uma bola aqui em SP e no RJ do que lá no Sul, infelizmente, e todos os jogadores sabem disso.

Vejam estes placares:

Sport 5 x 0 Vera Cruz, em 01/02/2007, em Pernambuco.

Treze 11 x o Perilima, 31/01/2007, na Paraíba.

É gol que o povo gosta, não tem jeito. Quem coloca que esses Campeonatos são muito desequilibrados, como eu já defendi, tem seu ponto. Mas deve ser uma experiência marcante ir ao Estádio e ver seu time marcar vários.

Nos cinco do Sport Club do Recife, três gols foram do Fumagalli, ex-timão, palmeirenses. Olhem ai mais um candidato à vaga que está desocupada no ataque verde. O Valdívia perdeu dois gols de cabeça iguaizinhos nos dois últimos jogos. Caio Jr., bota ele para treinar o fundamento: cabecear para dentro do gol.

Abraços,