terça-feira, abril 10, 2007

Amanhã tem Agüinha em Jundiaí


O certo seria uma ida de trem para a cidade da Uva, mas acho que não rola mais.

Matarei a aula de lingüística de quarta e vou ver o Rio Claro Futebol Clube conquistar a sua permanência na primeira divisão do Paulista. Nem me preocupo com o Palmeiras ameaçar o tricolor do Morumbi. Agora minhas atenções são azuis. Já tenho até uma camiseta oficial. Tô chique! Não irei só, meu vó ferroviário da Cia. Paulista de Estradas de Ferro não irá perder este jogo por nada.

Afinal, o finado Miro, meu avó, recebeu uma oferta para ir trabalhar em Jundiaí. Ele iria trocar o Agüinha pelo Paulista e não aceitou-a. Ficou em sua cidade natal com seu time do coração. Esta história foi me contada por minha tia. Ela me disse que ele não teria aceitado porque sentia um certo receio ao andar de trem. Não se sentiria bem em ter de ir de Rio Claro para Jundiaí duas ou três vezes por semana. Não acreditei muito nesta última parte. Afinal, preciso manter minhas idiossincrasias.

Abraços,