quinta-feira, abril 05, 2007

Gol 999

Encarar um jogo da Copa do Brasil como uma rodada bônus dá nisto...

Não vou comentar o jogo de ontem, o frango do Cássio ou muito menos a bola no ângulo do Marcelo Uberaba. O problema do Vasco não é perder um jogo de meio de semana, o problema é perder o jogo de meio de semana encarando este como se fosse um jogo treino ou uma festa para o milésimo gol de Romário.



Criaram uma mídia envolvendo o milésimo gol que esta sendo negativa para o Vasco como equipe, e para o Romário como jogador, pois nenhuma equipe ou goleiro vai querer ser lembrado com uma triste nota de roda pé do sofredor do gol 1000.

Houve três oportunidades para o mil sair, a primeira foi no Vasco x Flamengo, outra no Vasco X Botafogo, e a última ontem Vasco X Gama; nas três oportunidades eu estava no Maracanã e pude testemunhar como repórteres e jornalistas abordam o Baixinho.

Até para um cara acostumado com o assédio aquilo é demais!

Ele fica completamente rodeado por jornalistas assim que coloca a chuteira em campo, e a palhaçada se repete no intervalo e ao final da partida.



Ninguém mais agüenta este história, e a torcida do Vasco agüenta menos!

Como torcedor, eu ficaria feliz com a marca do milésimo ser dada com um jogador do Vasco, e ainda mais um tão representativo; porem mais do que esta festa eu quero é ganhar títulos!

Quero ser Campeão Carioca, da Copa do Brasil, do Brasileirão, ir para a Libertadores o gol 1000 é a cereja do bolo. Agora onde eu coloco esta cereja quando não tenho nenhum bolo?


Luis Mariano de S. Anastácio