quarta-feira, julho 25, 2007

A culpa é dele?

A mesma turma comanda o Flamengo, com raros intervalos, há quase trinta anos. Márcio Braga e Kléber Leite, antes adversários, hoje estão unidos para, provavelmente, dividir os lucros do time que tem a maior torcida do país.

Enquanto isso, jogadores ineficientes e inexpressivos são contratados e as divisões de base e os olheiros, que são aquilo que tornam um time grande, são negligenciados e o futuro do time vai sendo comprometido com dívidas e salários impagáveis.

E a torcida, o que faz? Pede a cabeça do técnico. Assim fica fácil, demite-se o técnico, contrata-se o Joel Santana ou outro desses que jamais chegarão à Seleção, o time escapa do rebaixamento e se dá por satisfeito. Será que é essa a resposta?

O técnico Arsène Wenger dirige o Arsenal desde 1996, nem sempre com vitória. Dez anos mais de casa tem Sir Alex Ferguson no Manchester United, que vai completou, no ano passado, vinte anos no comando do time.

Será que não temos nada a aprender com eles? Será que uma administração eficiente, combinada com investimentos em categorias de base e em escolinhas fora do estado do Rio de Janeiro, juntamente com a confiança em um técnico consagrado que se identifique com o clube não são melhores do que o oportunismo dos dirigentes e uma ciranda de técnicos?

Só rezo para que, mais uma vez, escapemos da Série B.