sábado, outubro 06, 2007

Ficar para a história?

O Serjão escreveu num comentário que Souza e Leandro não merecem entrar numa história de invencibilidade de qualquer time.
Concordo que os dois não são craques. Mas, até aí, quem é craque no Brasil hoje?
O problema dos dois é que são vezeiros em fazer coisa errada na hora errada.
Então, não surpreenderá amanhã uma expulsão, um pênalti ou uma graça desnecessária. Eis o caminho do Corinthians.
Aliás, o que mais ouvi na rua foi sobre a derrota para o Flamengo. Muita gente tirando sarro, muita gente falando que não faz diferença.
Há razão nos dois comentários. A vantagem na tabela é satisfatória. Mas perder para o limitadíssimo time do Flamengo mostra bem o que uma escalação errada ou a falta de concentração pode causar.
E nem venham falar em torcida! Quantas vezes a China foi campeã do mundo? Há quanto o Flamengo não ganha o brasileiro? A torcida do Atlético Paranaense é maior?
Mas a sucessão de erros na defesa fez com que uma série invicta acabasse e o Corinthians tenha esperança.
Além disso, o São Paulo sempre foi pródigo em perder jogos inexplicáveis. Lembram-se de 91: o time invicto por dezenove jogos perder da Inter de Limeira do Levir Culpi.
Mas há o outro lado: um alvinegro me confidenciou que até acha que o Corinthians possa vencer, mas não gostaria de ver um time tão ruim entrar para a história pela quebra do jejum de 4 anos.