sexta-feira, julho 11, 2008

Subsídios para nosso correspondente

Como dito pelo Sidarta, nosso correspondente em Moscou usará um disfarce de professor de inglês.
Para isso, utilizará os conhecimentos adquiridos numa antiga missão no estádio do Arsenal.
O problema é que os russos estão mais interessados no inglês americano do que no britânico.
Para ajudá-lo a desempenhar bem suas funções, Na Cal indica a lição da filóloga russa Marina Orlova acerca da diferença entre "soccer" e "footbal".