sexta-feira, junho 19, 2009

Morumzica ontem lá no Cícero Pompeu de Toledo

Depois do jogo, volto pra casa e no elevador encontro um palmeirense satisfeito que me disse que preferiu chegar na festa só depois do jogo para evitar que seus amigos sãopaulinos lhe zoassem a cara.

Bom, pelo menos o cara aproveitou o jogo melhor do que eu. Ele a sair e eu a entrar na ressaca da desclassificação.

Assim, não creio que seja o final dos tempos ou que o volante expulso tenha que ser crucificado.

Sei que fica cada vez mais improvável, mas ainda há a esperança num inédito Tetra-Hexa do São Paulo Futebol Clube no Brasileirão 2009.

Já ouvi a fofoca que os jogadores do Tricolor estariam a esperar a janela de julho para se debandarem para o Velho Continente. Apesar de ter escutado várias vezes esse papo, não creio que isso rolará. A crise ainda rola solta pelo Mundo a fora.

É lógico que um ou outro pode ser exportado, mas isso não será a regra. Antes de desmontarem o time do Morumbi, há times com craques mais fáceis de serem vendidos para o estrangeiro por ai a fora no Brasil.

Agora, uma obra que marca bem o momento do São Paulo na Libertadores:


É a Queda dos Anjos Rebeldes de Hieronymus Bosch.

Abraços,