terça-feira, junho 22, 2010

Impressionante ver Dunga descer a lenha na Globo e nada de mais acontecer com ele.

Mais ainda é ver que a resposta da Globo surtiu um efeito inverso no Twitter com o CALA BOCA TADEU SCHMIDT bombando.

A jornalista Cristina Padiglione, do Estado de S. Paulo, que tem um blogue sobre tevê, entende que é tudo piada o que rolou no Twitter. Não sei, talvez não seriam só graceijos.

Mas ela também coloca algo bem explicativo:

O (não) acesso aos treinos tem provocado a ira de jornalistas em geral, mas a Globo, acostumada que estava a pisar no mesmo terreno dos canarinhos, tem se queixado mais que os outros.
E o técnico, jogo duro no zelo à privacidade de seus atletas, tem reagido à altura.


O Dunga pode ser tudo, menos burro, no sentido não-futebolístico do termo. Ele conhece a imprensa brasileira e mundial a um bom tempo e até foi comentarista na Copa passada. Ou seja, ele sabe bem com quem está a lidar e não deve utilizar táticas muito diversas da que utiliza em campo.

Ou seja, é muito improvável que ele esteja a dar passos em falso, de modo irrefletido. Os ataques aos nossos jornalistas deve ser, ao que parece, uma ação bem estruturada de um xadrez maior.

Gostei deste quadro pra retratar o ocorrido:

GOYA Y LUCIENTES, Francisco de, The Bewitched Man, c. 1798, Oil on canvas, 42,5 x 30,8 cm, National Gallery, London.

Abraços,

Nenhum comentário: