terça-feira, setembro 12, 2006

Observe o futebol

Esse jogo não me ocupa toda a minha cabeça, tenho outros interesses e preocupações, mas é impossível negar que destino um espaço especial para o universo do futebol na minha vida.

Não é pra menos, futebol é algo tão simples e fácil de se praticar que é muito natural que crianças joguem em qualquer lugar. O que entra na cabeça da gente na primeira infância não sai fácil.



As histórias sobre a origem do futebol são várias; uns falam que nasceu na

Itália, outros na China, outros na África. No final das contas, pouco importa se nasceu ou não na Inglaterra; acho que essas divergências históricas só ajudam a entender o porquê de todo o Mundo gostar de futebol. Por mais que uns queiram falar em "manipulações" de meios de comunicações, o fato é que jogar e torcer é muito bom.

Se assim não fosse, como explicar tanta gente jogando bola pelo Mundo a

fora? Não tem outra explicação.

E as mulheres? Elas são um pouco mais da metade dos habitantes do Planeta e não estão tão ligadas ao futebol quanto os homens, a execeção dos E.E.U.U., por lá é o inverso. Elas já apreciavam o esporte antes e estão

a se envolverem cada vez mais nesse universo. Mas, na verdade, para alguns, e não é bem o meu caso, as moças já, involuntariamente, transitavam pelo mundo da bola em alguns sonhos masculinos.


Outra vantagem do futebol é que os chatos textos acadêmicos não conseguem influenciá-lo. Nada de luta de classe, de teoria disso

ou daquilo, fica de fora do futebol. Do mesmo jeito a literatura, as humanidades, os cultos pedantes, de um modo geral, não têm muita vez. Há um filtro que impede maiores racionalizações e posso me emocionar sossegadamente.

Abraços,

2 comentários:

Anônimo disse...

bom é ficar sem camisa jogando bola e lendo

Sidarta disse...

Pode ser, sem nome...