domingo, outubro 22, 2006

Caminhada virtual na blogosfera

Estou a adorar, como tá evidente, o mundo virtual. São muitas coisas novas que só tinha ouvido falar de longe e nunca dei muita atenção.

Para não cansar as senhoras e os senhores, não vou escrever sobre uma teoria geral dos blogues. Vai ser uma coisa aqui, outra ali; mas só quando houver pertinência, claro.

Hoje, faço o primeiro spin* do Na Cal. Divulgo a vocês o que achei de bom na internet.


Os Bolonistas é um blogue muito interessante, que gosto de visitar de quando em quando. O Amaral que já deixou comentários aqui, tem a sua Coluna lá. É um grupo de amigos que conhecem e escrevem sobre futebol. Um dia o Na Cal será assim, o Márcio falou isso ontem e eu acreditei.

O artigo que quero aspergir é o seguinte:

"Inimigo íntimo
LOBO FERIDO

Do outro lado do Prata, em terras argentinas, o futebol é marcado por rivalidades eternas, sofridas, mais dignas de uma letra de tango do que as rixas tupiniquins. O amor a seu clube sempre envolve um ódio visceral a um, apenas um clube e a felicidade de sua gente passa pela desgraça dos outros.

(...)"


É claro, que quem quiser lê-lo todo, tem de ir lá no blogue dos caras por esta ligação ao texto completo.

Mas, para quem ainda não se motivou a ir lá dar uma lida, ai vai uma limitada descrição do que encontrarão por lá:

Há um retrato bem claro sobre as rivalidades e argentinas, até o Rogério Ceni entrou numa dessas contendas.

Eu achava que o intenso interesse argentino por futebol fosse fruto da última ditadura militar que se deu por lá. Pois, pensava que o estádio de futebol era o único lugar onde era permitido que uma coletividade se expressasse com liberdade. Mas não é isso não e o escrito dá uma noção que não é bem assim; vem de antes, bem antes, o que a gente vê na tv.

Abraços,

* O houaiss dá como "(Física) momento angular intrínseco de uma partícula que toma valores característicos para tipos diferentes de partículas".

Mas eu acho mais legal o jeito português: ao invês de spin do elétron, ele usam o rodopio do electrão.

Para quem se interessou mais, há o verbete, português, na Wikipédia.