quarta-feira, maio 16, 2007

Quinto episódio

Confesso que fiquei meio cansado deste frenesi todo por conta do gol mil do Romário!

Ainda mais após as criativas idéias de alguns amigos de onde eu deveria colocar a cereja mencionada no meu último post sobre o assunto.

Até de Mariano Cerejinha me chamaram!

Isso não é fama para um cara facão igual a mim.

Mas é o seguinte, Vasco e Sport jogam no domingo (20/05) em São Januário e pasmem; Romário vai estar em campo!

O quinto e, espero derradeiro episódio desta história com mais finais do que o Senhor dos Anéis pode finalmente acontecer!

Mas o filho do Sr. Edevair não falou que só queria fazer o gol 1000 no Maracanã?

Para o Pelé não poder zuar ele depois:

-- O meu foi no Maracá, o seu não! LÁLÁLÁLÁ!!!

É, mas parece que nosso querido presidente Eurico Miranda, teve um papo cabeça com o baixinho que ponderou bem a situação e em sintonia com o presidente viu que o estádio de São Januário seria o palco perfeito para tal feito.

Afinal, Romário já teve quatro chances no Maracanã e passou em branco!

Porque não tentar guardar este último golzinho em casa?

A casa vai estar cheia com certeza, já que a diretoria do Vasco vai colocar 90% dos ingressos a R$10,00 (valor de meia entrada), o que me preocupa é a festa acabar em desastre por conta da super lotação do estádio!

Todos lembram da final da Copa João Havelange, e de como o time quase se prejudicou pela falta de organização!

Logo me tranqüilizei quando recebi a noticia que o planejamento do numero de ingressos esta feito em parceria com a PM do Rio (não é ironia – JURO!), levando em conta não somente a capacidade do estádio como também a capacidade do bairro de receber esta quantidade enorme de gente!

Para os que vão, assim como eu, dicas para se divertir e não passar sufoco;

Chegue cedo e compre seu ingresso com antecedência!

É a melhor dica que eu posso dar. Pois como todos sabem, futebol é uma caixa de surpresas e até domingo muita água passa por baixo desta ponte.

Vou encerrar por aqui sem muitas expectativas, só confirmo minha presença e vou tentar levar a máquina fotográfica para tirar algumas fotos.

Quem sabe quando estiver bem velho e saudosista, vou poder lembrar deste dia e ter a mesma cara que eu vejo no meu pai ao conversar sobre futebol.

Abraço,

Luis Mariano de S. Anastácio