sábado, junho 16, 2007

Aula mau dada

Já algum tempo que dou aulas num curso pré-vestibular comunitário. É muito interessante dar aulas para alunos que não podem pagar um cursinho. Fazer parte das vitórias de pessoas que tinham tudo para ficarem estagnadas é muito bom.

Mas se você não tem um interesse ou ânimo em participar diretamente de uma atividade classificada como "benemérita", gostaria de avisá-lo que esta não é uma visão informada da situação.

Dar aulas num cursinho da EDUCAFRO fez muito mais por mim do que deixar a minha consciência leve. Melhorei muito a minha habilidade em falar em público, por exemplo. Vá enfrentar algum grupo de pessoas, tente falar publicamente, não é fácil. É necessário um aprendizado. Eu acho que ganhei mais do que ensinei com as minhas aulinhas. Melhorei muito.

Na primeira aula que dei, a alguns anos atrás, fiz uma cagada fenomenal, involuntária, com um aluno. lembrei desta história outro dia quando estava conversando com um amigo, tomando cervejinha e falando de futebol.

Na minha primeira aula, havia um aluno com o uniforme do São Paulo no fundo da classe. Apresentei-me e fui conhecendo os alunos. Bapo vai e papo vem, após algumas tentativas de quebrar o gelo, melhorar o ambiente, convidei o discente uniformizado para vir ao meu lado, fazer uns exercícios na lousa. Queria ser descontraído e ganhar a simpatia da classe.

Ao uniformizado, perguntei:

-- Qual o seu nome, que curso quer prestar, sãopaulino? Torcer pro São Paulo é sinal de inteligência!

A classe inteira começou a rir. Eu fiquei sem entender nada enquanto o riso inundava o ambiente. Tinha perdido o controle logo no começo da 1a aula. Uma frustração grande me dominou por uns instantes. Pensava no que teria feito de mais para que todos rissem daquele modo e na minha incapacidade para dar aulas.

Uma aluna que sentava numa das primeiras carteiras, logo em seguida, me explicou que o sãopaulino não era um torcedor do São Paulo. O uniformizado era um corinthiano roxo que estava pagando uma aposta perdida. O Timão dele havia perdido na rodada do meio de semana na Libertadores, acho.

Dou risada agora. Mas no instante foi duro. Mas o quê eu vou fazer se o corinthiano achou que o seu time tinha chances na Libertadores? O erro do aluno torcedor foi muito maior que o meu. Ele agiu voluntariamente e eu não tinha noção da cagada que iria fazer.

Em consideração ao sãopaulino que ganhou a aposta e, principalmente, em homenagem ao palmeirenses, fica este vídeo:

A mística que a camisa do Sport Club Corinthians Paulista adquiriu é muito forte entre os meus alunos. Se bobear, daqui a pouco, o Timão supera até o Flamengo no quesito torcida mais numerosa e mais fiel.

Abraços,

5 comentários:

Arthur Virgílio disse...

Realmente a maioria dos corintianos são loucos e fazem juras e promessas de amor eterno, inclusive vestindo a camisa do rival. Fica uma pergunta meu caro professor, e quem torce pelo Corinthians é o quê?

Sidarta disse...

Gamba, galinha, sofredor, favelado...

Lucas disse...

ahahahah

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,