segunda-feira, julho 02, 2007

Nem os homens, nem os meninos

Foi uma péssima semana de estréias pras seleções Principal (na Copa América) e Sub-20 (no Mundial da categoria). Ambas as equipes perderam pra adversários inferiores jogando muito mal. Na seleção de Dunga um jogo sem graça em que apenas em alguns poucos momentos a equipe brasileira teve domínio. Quem desapontou menos foi o Robinho, que tentou salvar o mundo sozinho (ele insistia demais nas jogadas individuais & não passava a bola de maneira alguma – cheguei a amaldiçoá-lo por isso), mas não teve lá muito resultado. Na molecada valeu ver o ofensivo (& incrivelmente reserva do fraco Renato Augusto do Flamengo) Carlos Eduardo correndo muito aos 48’ do segundo tempo pra desarmar um contra-ataque que poderia resultar numa derrota maior.
O time principal sentiu a falta dos figurões. As atuações mais fracas foram de seus substitutos (Diego & Elano desapontaram). Apesar de seu gol legítimo anulado, Diego complicou a vida da Seleção perdendo a bola & fazendo a falta que resultou no 2º gol mexicano numa falha bisonha do incompreensivelmente titular Doni. O 1º foi uma pintura com o avante chapelando & fazendo a festa com a insegura defesa brasileira. Um amigo me atentou pro fato de a Seleção tomar muitos gols que se originam na esquerda de sua defesa. Foi assim contra o México também.
Já o técnico Nelson Rodrigues apostou tanto no Willian (que jogava pior que uma vaca prenha) no Sul-americano, mas barrou a revelação hypada corinthiana no momento em que vinha crescendo na carreira & jogando menos pior. É daquelas coisas complicadas de compreender. Barrou também o bom lateral Marcelo que entrou só no segundo tempo. Depois foi confuso nas substituições, tirou os volantes pra pôr o time (que já tinha um homem a mais desde o meio do 1º tempo) no ataque, mas ficou parecendo time de pelada, daqueles que ninguém marca & todo mundo corre pra onde vai a bola. Apesar disso ainda achei o 2º tempo menos chato que o 1º. Deve ter sido porque tirei o som da TV & vi o jogo ouvindo Stooges. LA Blues é uma barulheira linda & empolgante!

ps. O texto foi escrito antes do recente 3 x 0 no Chile, mas mesmo goleando, o time jogou muito mal & marcou os gols em bons momentos individuais, sendo o primeiro achado...