sexta-feira, julho 27, 2007

A Medalha e a rodada

Notei alguns aspectos interessantes nesta rodada de meio de semana:

Dentre os times que têm 14 jogos, agora é do América de Natal o Título de pior ataque do Brasileira. Os potiguares têm só 12 gols, dá uma média de 0,85 tentos por peleja. A Prata, dentre os com 14 jogos, vai para os Tricolores Porto Alegrenses, média de 0,93. Os Tricolores do Morumbi ainda ostentam o Bronze, fazem 1 golzinho por jogo em média.

Dentre os times que têm jogos e gols a menos, o destaque é Timão do PArque São Jorge que está a marcar 0,92 gols por partida.

Aliás, ontem, almoçando com o Serjão, durante a final no Maracanã, comentei com ele a opinião do Casagrande sobre o Corinthians. O ex 9 disse algo do gênero:

-- A garotada vai brigar por uma vaga na Sul-Americana!

Ou seja, não tá nada-nada certo que ficarão entre o 5o e o 11o colocados neste Brasileirão.

Só espero que o Dunga tenha visto as jogadas que a Marta Vieira da Silva e o toda a Seleção fez no meio-campo e no ataque. As americanas são boas, já ganharam várias vezes do Brasil, e a nossa equipe não precisou jogar com 8 atrás e 2 na frente. Sei que há, ainda, um grande espaço entre o futebol feminino e o masculino, mas os resultados das meninas não podem ficar na prateleira das curiosidades. Elas não tomaram nenhum golzinho!

O futebol onde a habilidade e o talento se sobrepõem à organização e à força física é bem mais interessante de ser visto. Uso o verbo ver porque não consigo apreciar, encantar-me, com as partidas que vi da Seleção Alemã, do Liverpool e congêneres.

Fiquem com os 7 gols no Uruguay (o exemplo de tritongo!):


Abraços,