terça-feira, maio 20, 2008

Fluminense - Campeão Mundial?

Acabo de dar uma passeada pelo orkut. Queria ver o que pensam os torcedores do Fluminense. Não achei muita coisa, só os membros das comunidades têm acesso aos fóruns de debate na maioria delas.

Contudo, achei a interessante comunidade orkutiana Fluminense - Campeão Mundial. A apresentação dela diz tudo:

Essa comunidade é dedicada a nossa maior conquista que em breve será reconhecida pela FIFA e vamos lutar para isso.

A Copa Rio de 1952 foi um torneio mundial que reunia as maiores potências do futebol da epóca e o Fluminense foi o campeão.


Clube participantes : C. Corinthians Paulista, Clube Libertad de Assunção, F. K. Áustria de Viena e o F. C.Saarebrucken da Alemanha, Fluminense Football Club, C. A. Peñarol de Montevidéu, Sporting Club de Lisboa e o Grasshopper Klub da Suiça.

É interessante notar, logo de cara, que o Flu ganhou um torneio que não contou com os Campeões dos Campeonatos Inglês, Espanhol, Francês ou do Italiano.

A Copa dos Campeões começou em 1955. Não havia um campeão europeu em 1952. Ou seja, havia mais motivos para jogar-se contra os campeões dos grandes centros do futebol para que se possa atribuir um título mundial a algum time.

Contudo, para além da falta de conteúdo daquela competição, esta estória é repetição de um mesmo papo-furado que o Palmeiras já tentou. Falta até criatividade na onda.

Para estar no sítio da Fifa como Campeão Mundial, é preciso enfrentar uma Libertadores pelo menos. Fora disso, só há especulação futebolística.

Abraços,

11 comentários:

pedro disse...

história da vida do fluminense: surfar em onda alheia.
dos quatro grandes do rio, é o que tem menos "peso", menos brilho.

daí essa palhaçada.

essas coisas acontecem porque o time precisa definir uma identidade própria (não é nem "de massa", nem "supercampeão", nem "azarado", nem "de imigrantes", nem tem nenhuma geração mítica à qual fazer referência)... não podem lançar mão do argumento da tradição - mais antigo blabla - porque isso traz junto toda a coisa de "clube de elite", esnobe etc. então inventam

Leonardo Serafim disse...

Não necessariamente. O Corinthians consta como campeao mundial no site da fifa, sem ter ganho a libertadores. Mas esse titulo do flu é uma piada.

marcio cenzi disse...

essa onda de inventar títulos é coisa de time que fica muito tempo sem ganhar algo.
veja o caso do flamengo, por que só quinze anos depois foi pleitear eventuais direitos a um pentacampeonato?
o palmeiras só descobriu o campeonato de 51 depois de o corinthians ganhar o torneio de 2000?

Paulo Santos disse...

É Sidarta, faz-me lembrar qualquer coisa essa conversa dos torcedores do Flu. Por cá também há tentativas idênticas...

Mas uma coisa devo dizer, tenho gostado de ver o Fluminenese jogar.
Gosto bastante dos dois laterais (Gabriel e Júnior) e sobretudo do Arouca! Por cá fala-se muito no Thiago Neves, mas esse nem é dos que mais tenho apreciado.

Ah, e o argentino Dário Comca também é bom.


Abraço

Agatha Aimëe disse...

Triste ver um blog desperdiçado por uma mentalidade tão arcaica e acima de tudo uma balança com diferencial, pesando mais para onde o lado emocional do torcedor dono do blog...

em 1952 o fluminense foi campeão mundial sim legítimo pois era o tipo de torneio mundial realizável na época...

sobre o amiguinho ai em cima
os campeões da argentina, e itália se retiraram, respectivamente racing e juventus.

o flu sagrou-se vitorioso sobre times da
áustria
alemanha
uruguai
paraguai
argentina
itália
portugal
suíça
e o corinthians

meu amigo
o flamengo foi campeão mundial em um torneio organizado pela conmebol (não pela fifa)
onde o dono é uma empresa japonesa (toyota).
jogou apenas com um tima da europa o liverpool...

se quer saber mais (acho que é meio burrinho e não vai ler tudo)
entra ai e ve a grandiosidade da copa rio na época
http://pt.wikipedia.org/wiki/Copa_Rio_de_1951

e pra finalizar a competição foi totalmente acompanhada pela fifa


adeus
espero ter ajudado no seu blog

www.olheeveja.blogspot.com

Anônimo disse...

O blog de um tricolor bem bacana. Vale conferir!
flucampeao.blogspot.com

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Anônimo disse...

o flu e o MELHOR time do mundo. Ja o flamengo time podre eca time horrivel Millena 100% flusão. sou flu com muito orgulho. flu na terra e DEUS no ceu........ TE AMO FLU Ñ TE ABANDONAREI JAMAIS... ASS:Millena 100% FLUSÃO.

André disse...

Com o devido respeito, a frase “reunia as maiores potências do futebol da epóca" é o absurdo do absurdo.
A competição NÃO foi considerada à época um Mundial de Clubes, Copa do Mundo de Clubes , Intercontinental nem nada que o valha. Com curiosidade sobre o assunto, li diversas matérias da própria época no News Archive do JB (é só colocar no Google) sobre a competição e em nenhuma matéria a competição recebia tal tratamento de Mundial. De forma a fazer um contraste, li as matérias do JB à época sobre as Copas do Mundo de 1950 e 1954 (as mais próximas das Copas Rio) e sobre os títulos intercontinentais dos Santos em 1962-63, do Flamengo em 1981 e do vice do Cruzeiro em 1976 (nestes casos, o Jornal do Brasil foi taxativo: as Copas do Mundo eram tratadas como “Campeonato Mundial de Futebol” e a Copa Intercontinental tratada como Mundial Interclubes).
As Copas Rio/Rivadavia foram criadas para serem um importante torneio internacional amistoso tradicional em uma cidade, de forma congênera a Ramon de Carranza, Teresa Herrera, Torneio de Paris, Pequena Taça do Mundo, etc. A “mundialização” das Copas Rio surgiu apenas em 2000, 50 anos depois, na esteira da dor-de-cotovelo palmeirense pelo fato do Corinthians ter ganhado um Mundial que o Palmeiras deveria ter jogado e não jogou.
A competição reunia alguns dos importantes campeões da Europa e América do Sul, mas daí a dizer que “reunia as maiores potências do futebol da epóca" , vai uma distância enorme. Não estavam na competição os campeões de Argentina, Itália, Espanha, Inglaterra e Holanda; aliás, nunca nenhum time espanhol ou italiano disse não à Copa Intercontinental ou ao Mundial FIFA, e a desistência do Milan em jogar a Copa Rio de 1951, do Juventus em jogar a de 1952, e do Real Madrid em jogar a Rivadavia de 1953 corrobora que tais competições não eram vistas à época como Mundial ou Intercontinental legítimo.
Se a Copa Rio tivesse sido mesmo um legítimo Mundial, o mundo não teria se esquecido dela por 50 anos- muito menos a FIFA, presidida de 1974 a 1998 por um torcedor do Flu (João Havelange).
A título de exemplo, pesquisei na Internet, e encontrei um site com relato relativamente longo e detalhado sobre a história do Sporting Lisboa, o maior “frequentador” da Copa Rio, tendo sido o único time a ter participado das 2 e da Copa Rivadavia, do que se poderia concluir ter sido este o europeu que “mais valorizou” as Copas Rio e Rivadavia. O site é: http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=Hist%C3%B3ria_e_Factos_Relevantes . Como se observa na parte do texto referente às viagens do Sporting ao Brasil em 1951-52-1953, o “maior frequentador” das Copas Rio considera amistosos em Pernambuco e a conderação da Ordem do Cruzeiro do Sul como sendo mais merecedores de nota que as Copas Rio, fato que, novamente, dificilmente ajuda a concluir que estas competições foram Mundiais ou Intercontinentais de Clubes

André disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André disse...

Outro argumento falso que frequentemente vejo em sites tricolores/palmeirenses é: “Copas Toyota, Intercontinental e Rio estão na mesma situação, não tendo reconhecimento oficial como mundial”. Isso é mais uma mentira que Wikipedia e alguns sites tricolores e palmeirenses contam. As Toyota/Intercontinental foram reconhecidas pela FIFA como precursoras do seu Mundial de Clubes; não foram oficializadas pela FIFA, mas sempre foram oficiais por UEFA e Conmebol e agora foram sim reconhecidas pela FIFA como precursoras do seu Mundial . É só ver o “FIFA Club World Cup 2011 Post Event Statistical Kit” no site da FIFA. Igualar a situação da Toyota/Intercontinental à da Copa Rio, não citada nas estatísticas da FIFA sobre Mundiais, é absurdo. Outra informação constante na Wikipedia e alguns sites sobre Copa Rio é que “a FIFA voltou atrás no reconhecimento por medo de uma enxurrada de pedidos de reconhecimento” . Outra mentira. Tendo reconhecido Toyota/Intercontinental , o reconhecimento da FIFA à Copa Rio de 1951 faria com que houvesse meros 8 anos (1952-1959) sem Mundiais ou Intercontinentais reconhecidos, fora o fato que o Real Madrid foi campeão europeu em 1956-57-58-59 e assim a presença do Real (ou do vice europeu) seria fundamental em qualquer Mundial ou Intercontinental válido em 1956-57-58-59; assim, o rol de competições “mundializáveis” seria pequeno para justificar o “medo da FIFA a uma enxurrada de pedidos”. E mesmo que houvesse essa “enxurrada” de pedidos, a FIFA poderia simplesmente dizer não ou engavetá-los.
Enfim, está bem claro que as competições dos anos 50 (Copas Rio, Rivadavia, Pequena Taça, etc) não foram Mundiais ou Intercontinentais válidos. Se Palmeiras e Fluminense insistirem nessa, apenas vão receber da FIFA a mesma banana que o Palmeiras já recebeu uma vez. Aliás, muito justa banana em ambos os casos.