terça-feira, maio 13, 2008

O momento do gol

Antigamente, o gol era coletivo. Marcamos, vencemos. O jogador balançava a rede e ia comemorar com seus companheiros. Até o final da década de 80, época de ridículos shorts e camisas de flanela, existia um padrão: o jogador marcava o gol e agradecia àquele que lhe deu o passe.

O tempo passou e as coisas mudaram. O jogador não ligava mais para seus companheiros, também fundamentais na construção do gol. Ele pulava as placas de publicidade e ia comemorar com a torcida. Dava mais popularidade, afinal, comemorar com dezenas de milhares do que com outros três ou quatro.

Mas não era suficiente e, mais uma vez, o padrão se alterou. São tantas câmeras em campo que sempre há uma próxima o suficiente da linha de fundo. O artilheiro podia, enfim, permanecer alheio a tudo o que acontecia em campo para comemorar com a televisão, mandar um beijo para sua esposa e ignorar seus companheiros que pulavam em suas costas na frente do cinegrafista.

O que vimos no último jogo do Flamengo, contra o Santos com o Maracanã vazio, foi a recuperação de um sentimento que há muito parecia perdido e que, provavelmente, se perderá novamente. Sem torcida para apoiar e para comemorar, o futebol passou a ser entre eles, os protagonistas, os operários da bola que dependem quase que exclusivamente uns dos outros para fazer seu trabalho.

E não houve comemoração com a torcida, que lá não estava. E não houve beijo para câmera, pois talvez a vergonha de quarta-feira tenha feito com que eles preferissem evitar aparecer demais. Houve, sim, uma confraternização entre os companheiros, que voltaram a se agradecer a a se abraçar lembrando tempos não muito distantes em que o futebol era jogado entre os jogadores.

5 comentários:

Sidarta disse...

Tomará que dê certo. O melhor de uma crise é a oportunidade para crescer.

Vinicius Grissi disse...

De fato, tinha visto o jogo e não me dei conta disto. Mas é realmente interessante esta linha de pensamento. E tem a ver. Com vergonha, e sem torcida, só restou apoio aos jogadores, em outros companheiros.

FERNANDO disse...

Pra você ver que santo de casa não faz milagre. Por aqui o mlk sequer teve chances. Agora pode brilhar no Santos.

Carlão Azul disse...

Grande sacada. É isso mesmo que acontece hj em dia, e interessante que nem observamos como as coisas vão mudando.

Saudações Celestes
SITE/BLOG…..CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
Notícias , fatos e fotos do Cruzeiro
Leia sobre o Rankink VIP do Fut. Brasileiro
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,